M. WILLIAM 11/10/2020

As maquinas do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), a serviço da PMEV, tentaram fazer reparos na estrada que dão acesso a comunidade Canto da Serra, mas aos invés de realizar os reparos adequados, conseguiram criar novos problemas na via de acesso.

 

Agora a estrada que é bastante movimentada, por todos os tipos de veículos, ficou com vários pontos, com imensos bancos de arreia, que dificultam o trafego de veículos. Fazendo com que os motoristas e motociclistas, que trafegam pela estrada sofram, com os transtornos causados pelos enormes bancos de arreia.

 

 

 

A ausência da manutenção adequada das estradas municipais, junto as chuvas do período chuvoso, causam muitos transtornos, problemas e prejuízos aos motoristas, que trafegam pela estrada.

 

Existem soluções práticas e baratas, que podem solucionar problemas como esse, basta que os administradores busquem as formas corretas de realiza-las.

 

Como por exemplo: A instalação de malhas de pneus velhos nos pontos mais críticos das estradas municipais, o pneu é uma solução barata é sustentável, uma vez que e um material de alta resistência química e física, e se usada de forma correta e umas das formas de solucionar problemas como este.  

 

 

 

Mais algumas fotos de como ficou a estrada de acesso a comunidade Canto da Serra

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                   

M. WILLIAM 11/10/2020

Enquanto a empresa: BELVEDERE, tem contratos milionários, com a Prefeitura Municipal de Elesbão Veloso, para o recolhimento do lixo em todo o perímetro urbano da cidade. O lixo hospitalar do hospital Noberto Moura é descartado em local inapropriado.    

 

 

 

 

Colocando em risco pacientes e servidores daquela unidade hospitalar, e também contaminando o solo. E enquanto isso a empresa: BELVEDERE, só no ano de 2020, já recebeu mais de: 350.298,49 (TREZENTOS MIL DUZENTOS E NOVENTA E OITO REAIS E QUARENTA E NOVE CENTAVOS), para a prestação de serviços de limpeza pública do município de Elesbão Veloso - PI, de acordo com o especificado no Anexo I, do edital da tomada de preço nº 007/2019, contrato administrativo nº 006/2020 - PMEV.

 

Seria ela também responsável pelo recolhimento do lixo hospitalar na cidade de Elesbão Veloso?

 

A empresa: BELVEDERE, que nos últimos 04 anos do governo do Sr. Ronaldo Barbosa, já recebeu mais de 1 milhão e 906 mil reais dos cofres da Prefeitura de Elesbão, enquanto isso o lixo hospitalar da cidade é descartado aos arredores do hospital estadual Noberto Moura, que está sob a administração municipal, na pessoa do atual gestor José Ronaldo Gomes Barbosa.

 

Já foi também fotografado, o trator que é de propriedade da prefeitura deste município fazendo, o recolhimento de lixo, como isso pode acontecer, se o município já paga quase 2 milhões, para uma empresa recolher o lixo da cidade? 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

M. WILLIAM 08/10/2020

Francisco das Chagas Conrado da Costa, 49 anos, popularmente conhecido como "Chaguinha Conrado", residente e domiciliado na cidade de Elesbão Veloso-PI, na Rua Afonso Mafrense, Bairro Matias, recebeu alta médica hoje do Hospital Getúlio Vargas (HGV), após 68 (sessenta e oito) dias de internação se tratando da COVID-19.

 

Após mais de 2 meses de internação, Chaguinha Conrado recebeu alta da ala COVID. O mesmo foi transferido para o setor cardiológico para tratar algumas sequelas deixadas pelo vírus da COVID-19, ele que já tinha algumas comorbidades e teve seu quadro bem agravado depois de infectado pelo vírus. Segundo seu filho Lucas Conrado, o seu pai já se encontra melhor e em plena recuperação.

 

Segundo Lucas, a família se está muito feliz pela recuperação do patriarca, e agradece a todos que fizeram orações em nome da saúde de Chaguinha Conrado.

 

Elesbão Veloso-PI, que é a segunda cidade da microrregião valenciana, com o segundo maior números de mortes em decorrência de complicações causadas pela COVID-19, fincando atrás apenas de Valença do Piauí. O município também já apresenta mais de 350 pessoas infectadas com o vírus.

 

M. WILLIAM 04/10/2020

A PMEV, pagou 23.002,96 para a empresa: E RODRIGUES PRODUTOS ALIMENTICIOS CNPJ (19.768.437/0001-06), com endereço na (Rua Alagoas, Nº 1149, Bairro Pirajá Município de Teresina, UF: PI). Para aquisição de gêneros alimentícios destinados a composição da merenda das unidades escolares de ensino público, administradas pela Secretaria Municipal de Educação.

 

Exatamente quando a cidade de Elesbão Veloso-PI, apresentava uma grande quantidade de pessoas infectadas pelo vírus da COVID-19. O município que se encontrava em meio essa grave pandemia, já estava com suas escolas fechadas quando o ultimo pagamento foi feito a empresa E RODRIGUES PRODUTOS ALIMENTICIOS, no valor de mais de  23 mil reais. Para aquisição de gêneros alimentícios destinados à composição da merenda escolar.

 

 

Como se pode acompanhar através da nota de empenho, exposta no portal da transparência do município.

 

Além disso a Secretaria Municipal de Educação. Fez outros repasses a empresa já citada anteriormente destinados, aquisição de materiais de expediente destinados, à manutenção das atividades desenvolvidas nas unidades de ensino da rede pública municipal e também aquisição de materiais de limpeza.

 

 

 

 

 

Se somados todos esses repasses feitos pela referida secretaria, a empresa E RODRIGUES PRODUTOS ALIMENTICIOS. O município de Elesbão Veloso já pagou a mesma 196.206,29 no ano de 2020.

 

Onde estar essa merenda?

 

Foi essa merenda distribuída aos pais e alunos do município?

 

Quais manutenções, foram essas feitas nas escolas, para justificar tão auto valor pago a essa empresa?

M. WILLIAM 04/10/2020

No último dia 30-09-2020, agricultores da zona rural de Elesbão Veloso-PI, do Sítio Boi Brabo, Sítio Tapera, Capim Pubo e de outras localidades. Fizeram a entrega de uma grande quantidade de alimentos nas sedes do: Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS).

 

As entidades que podem receber os alimentos do O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), criado pelo art. 19 da Lei nº 10.696, de 02 de julho de 2003, possui, duas finalidades básicas: promover o acesso à alimentação e incentivar a agricultura familiar.

 

Para o alcance desses dois objetivos, o programa compra alimentos produzidos pela agricultura familiar, com a dispensa de licitação, e os destina às pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional e àquelas atendidas pela rede socioassistencial, pelos equipamentos públicos de segurança alimentar e nutricional e pela rede pública e filantrópica de ensino.

 

O orçamento do PAA é composto por recursos do Ministério da Cidadania.

 

O PAA foi instituído pelo o art. 19, da Lei nº 10.696, de 02 de julho de 2003, no âmbito do Programa Fome Zero. Esta Lei foi alterada pela Lei nº 12.512, de 14 de outubro de 2011 e regulamentada por diversos decretos, o que está em vigência é o Decreto nº 7.775, de 4 de julho de 2012.

 

Fonte: http://mds.gov.br/assuntos/seguranca-alimentar/programa-de-aquisicao-de-alimentos-paa

 

O programa é uma das ações do governo federal para a Inclusão Produtiva Rural das famílias mais pobres. O município de Elesbão Veloso-PI, foi agraciado no dia 30-09-2020, com a compra da produção de verduras e legumes produzidos por pequenos agricultores do município e essa produção foi doada, a entidades reguladoras da cidade como: CRAS e CREAS.

 

Que identificou as famílias carentes de Elesbão Veloso, em vulnerabilidade alimentar, para fazer a doação desses alimentos, que foram comprados através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Com isso, beneficiou várias famílias, além de estimular agricultura familiar da cidade, e os agricultores do município, que puderam vender sua produção.

 

Agricultura familiar que hoje não tem nem um incentivo por parte da gestão do prefeito José Ronaldo Gomes Barbosa, onde o mesmo, falou em programa de rádio, que não vê a necessidade da criação de um mercado público na cidade. E com isso os produtores do município não tem para quem vender sua produção, que muitas vezes acaba se perdendo, ou passando muito tempo armazenada, o que   encarece o custo da produção.

 

Vender para programas como o (PAA) é a única saída para comercializar seus produtos. A cidade de Elesbão Veloso, que tem como assessor técnico desses projetos, o Sr. Joaquim Magalhães, explicar em áudio como funciona o programa.

 

Confira o áudio abaixo:

 

M. WILLIAM 22/09/2020

O prefeito da cidade de Aroazes, Tomé Portela, estava internado cerca de 60 dias sob os cuidados médicos no Hospital São Marcos em Teresina, após ter contraído o vírus da Covid-19.

 

O estado de saúde do prefeito era grave, ele teve de ser internado em uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva) entubado e inconsciente tudo devido às complicações decorrentes da COVID-19.

 

Tomé, teve alta médica hoje 22/09/2020 (terça-feira) e seguirá se recuperando em casa.

 

O prefeito encontra-se em “com um bom estado clínico” e em processo de plena recuperação.

 

Confira os vídeos abaixo:

 

 

M. WILLIAM 13/09/2020

Moradores da comunidade Chapadinha do Cuba, sofrem com falta de água mesmo com um poço tubular a pouco mais de 20 metros de suas casas. Poço este que não foi montado devidamente pela PMEV, para que assim pudesse fornecer água de maneira devida para as famílias que lá residem.

 

Na mesma comunidade, uma família morando a pouco mais de 200 metros do mesmo poço, tem que ir buscar água a mais de 03 (três) quilômetros de sua casa, com o auxílio de jumentos e ancoras, pois o poço acima citado, não tem uma vazão suficiente, para suprir a necessidade, de todas as famílias daquela comunidade.

 

Devido o poço não ter a profundidade suficiente para dar a ele uma maior vazão de agua, e nem está devidamente estruturado, para que assim pudesse abastecer aquelas famílias, fazendo com que em pleno século XXI, as pessoas daquele lugar, tenham que transportar água através do uso de jumentos e ancoras.

 

A atual gestão de Elesbão Veloso não tem si quer, a preocupação de garantir o fornecimento de um dos bens indisputáveis a vida humana, prevista na constituição.

 

O DIREITO À ÁGUA COMO GARANTIA À VIDA, A DIGNIDADE E À SAÚDE NOS TERMOS DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988.

 

 A ÁGUA COMO GARANTIA À VIDA

O caput do artigo 5º da Constituição Federal do Brasil de 1988, afirma que o direito à vida é uma garantia inviolável de todos os brasileiros e estrangeiros residentes no país. E para manter a vida é necessária a água, pois sem está a vida se torna impossível.

Fonte: Site Conteúdo Jurídico

 

O atual prefeito da cidade José Ronaldo Gomes Barbosa, disse em outra emissora de rádio, que teria realizado todas as obras existentes no município. Mas isso não parece ser verdadeiro, pois constatamos, através de fotos e relatos de moradores da comunidade Chapadinha do Cuba, que na mesma não tem si quer, um fornecimento de água adequado.

 

E que pessoas daquela localidade, ainda utilizam de práticas ultrapassadas, para garantir seu abastecimento de água, para a realização das suas atividades essenciais do dia a dia como: beber, lavar, cozinhar o realizar sua higiene pessoal.

 

Recebemos denúncias também das péssimas condições das estradas, que dão acesso a localidade Chapadinha do Cuba, e podemos verificar a veracidade das denúncias, através de fotografias e relatos de populares, que não quiseram se identificar, onde segundo os mesmos, no período chuvoso de janeiro a maio, os moradores daquela localidade, chegam a ficar ilhados devido a cheia dos rios e riachos, que cercam a comunidade.

 

     

 

Estradas, que dão acesso a localidade Chapadinha do Cuba

 

    

M. WILLIAM 20/08/2020

Faleceu na madrugada de hoje 20-08-2020, por volta dás 00:05, o Sr. Antonio Joaquim de Oliveira, 70 anos. Ele  era popularmente conhecido como " Antonio Mudubim", o mesmo deu entrada no Hospital Estadual Norberto Moura, por volta dás 19:00 horas da noite de ontem com falta de ar, dores de cabeça e aceleramento(taquicardia) no coração e já na madrugada de hoje  teve um infartou e veio a falecer.

 


O Sr. " Antonio Mudubim" conhecido comerciante  da cidade de Elesbão Veloso-PI, morava na rua do cruzeiro, bairro Matias, Nª 242 em frente ao portão de entrada do estádio Nogueirão, lá onde o mesmo tem o seu comércio. Ele deixa sua esposa a Sra. Francisca Gomes da Silva Oliveira, conhecida como " Morena do Antonio Mudubim", além de 4 filhos e nove netos (a), segundo informações de uma das suas netas, Lorrane.

 


O corpo do Sr. "Antonio Mudubim", estar sendo velado  em sua outra residência que o mesmo tem na cidade, fica na Rua José do Patrocínio, Nª426, Bairro de Fátima. O sepultamento será nesta tarde no cemitério da cidade segundo familiares, sem horário ainda definido.

 

Antonio Joaquim de Oliveira:

25/10/1951 
20/08/2020

M. WILLIAM 16/08/2020

Prefeitura do município de Elesbão Veloso, pagou em pouco mais de 3 anos o valor de 1.865.300,91, para a empresa (ESMIRNA TRANSPORTES CÂMBIO E TURISMO LTDA - ME), para a prestação de serviços de frete de veículos, com motorista, destinado à execução das atividades do Projeto SOS SAÚDE, através do Fundo Saúde.

 

O projeto (SOS SAÚDE), tem como finalidade realizar transportes de pacientes que necessitem dos serviços de saúde, sendo eles da zona rural ou urbana do município. A empresa (ESMIRNA TRANSPORTES CÂMBIO E TURISMO LTDA - ME), que desde o ano de 2017 já prestava tal serviço a PMEV, que no mesmo ano no período de 26/05/2017 A 15/12/2017 a mesma recebeu o valor de 409.522,16 REAIS, valores estes que estão expostos no portal da transparência do município.

 

Valores esses que continuaram sendo pagos no ano de 2018 em que a prefeitura na data, 01/02/2018 a 26/12/2018, pagou a importância de R$ 632.878,85, como também, no ano de 2019 no período de 30/01/2019 a 18/12/2019, o valor de R$ 485.995,03. Para o transporte dos munícipes que necessitem dos serviços de saúde através do projeto (SOS SAÚDE).

 

No Ano de 2020 os valores foram repassados quase que mensais como pode, se conferir por notas de empenho de pagamentos dos serviços emitidos pelo município. Que nas datas (03/02/2020 a 28/07/2020), pagou R$ 336.904,87, para a empresa acima já citada e que mesmo em pleno pico da pandemia da COVID-19 na cidade que começou a partir do mês de abril, até o mês atual agosto, os repasses continuaram acontecendo indicando um grande número de viagens realizados para atender os pacientes.

 

Pagamento em:

07/04/2020 valor R$ 46.216,52;

30/04/2020 valor R$ 49.157,22;

28/05/2020 e 29/05/2020 valores somados R$ 48.127,38;

30/06/2020 valor R$ 48.321,46 e

28/07/2020 valor R$ 48.911,43.

 

Estes foram os repasses em pleno pico da pandemia da COVID-19 no município, pagos a empresa (ESMIRNA TRANSPORTES CÂMBIO E TURISMO LTDA - ME), para o transporte dos pacientes que necessitaram dos serviços médicos no período na cidade.

 

Neste período, inúmeras foram as denúncias contra a prefeitura e a secretaria de saúde municipal por falta de transporte para a população, como foi o caso do Sr. Francisco das Chagas Silva, conhecido como "Chaga Agnelo", teve de pagar do seu próprio bolso o valor de 450,00 reais para um motorista de carro particular trazer ele da cidade de Picos até Elesbão Veloso, pois, a gestão do município junto aos órgãos competentes não disponibilizaram um carro a ele.

 

Assim como o vereador Paulo França do PL, depois de testar positivo para covid-19, necessitou de carro que teria que ser disponibilizado pela PMEV, para o transporte dos seu familiares que tiveram contato com ele para a realização do teste para COVID-19 e o mesmo não foi atendido. Assim como, eu que vos escrevo, precisei de tais serviços após ter contato direto com pessoas que testaram positivo, tive que ir de transporte particular, pois, a mim não foi disponibilizado tal serviço. Como, nenhuma orientação de conviver em ambientes com pessoas infectadas com a COVID-19 foram passadas.

 

Em meio a sucessivas denúncias a empresa (ESMIRNA TRANSPORTES CÂMBIO E TURISMO LTDA - ME), recebeu quase 2 milhões de reais da PMEV, em pouco mais de 3 anos. Esta que, não se tem conhecimento por parte dos munícipes que tenham pelo menos um funcionário contratado ou carros da própria empresa rodando no município.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

M. WILLIAM 10/08/2020

Infomações: GP1 Grande Portal de Notícias do Piauí.

 

A Justiça determinou a posse imediata do vice-prefeito de Aroazes, Erismar Jorge (PTB), no comando do município, enquanto o prefeito Antônio Tomé de Carvalho Neto estiver afastado por licença médica ou ausente. A decisão foi proferida pelo juiz Jorge Cley Martins Vieira, da Vara Única da Comarca de Aroazes, na última sexta-feira (07) nos autos da ação ordinária com pedido de tutela antecipada, ajuizada pelo vice-prefeito em face da Câmara Municipal.

 

 

Segundo a petição inicial, o prefeito Antônio Tomé Soares de Carvalho Neto de 49 anos, foi acometido pelo novo coronavírus (Covid -19) em meados de julho, após a sua esposa ter contraído a doença. No dia 24 de julho, ganhou relevo a notícia de que houve o agravamento do quadro clínico do prefeito, estando ele entubado, inconsciente e ocupando a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Marcos em Teresina. Os fatos foram confirmados informalmente pelo presidente da Câmara de Vereadores, João de Sousa Santos, mais conhecido como professor Joãozinho, e mediante declaração formal de quatro vereadores, sem que nenhuma comunicação acerca do estado de saúde do Prefeito tenha sido feita pela Câmara Municipal, tampouco pela Prefeitura.

 


A ação ressalta que o prefeito, antes o dia 24 de julho, já estava fazendo isolamento social há mais de 15 (quinze) dias no Município de Castelo do Piauí, estando ausente da cidade há mais de 30 (trinta) dias e a Câmara Municipal não tomou a providência necessária para resguardar o exercício das funções inerentes ao cargo, no caso: a substituição do prefeito pelo seu substituto legal, pelo fato do mesmo estar ausente da prefeitura por motivo de doença e tratamento de saúde.

 


Destaca que o Município do Aroazes vivencia o fenômeno denominado pelo Supremo Tribunal Federal de “acefalia no âmbito do Poder Executivo”, porque o Poder Legislativo local se apresenta omisso ante as necessidades públicas da localidade.

 


Ao deferir o pedido de liminar, o juiz aponta que a situação exposta “é uma questão de saúde, desconsiderando as implicações políticas, uma vez que neste momento o atual gestor não possui condições físicas de governar, existindo mecanismo jurídico que determina a sua substituição, pela figura do Vice-prefeito, substituto natural”.

 


“Solidarizo-me ao estado de saúde do Sr. Prefeito, rogando por melhoras e uma pronta recuperação, mas neste momento, penso que resta clara a necessidade de sua substituição pelo Vice-Prefeito, enquanto perdurar seu quadro médico”, diz a decisão.

 


O juiz determinou ao presidente da Câmara Municipal que dê posse ao atual vice-prefeito, Erismar Jorge, presencialmente ou online, no prazo de 24 horas, no comando do município, independentemente de reunião da mesa ou do conjunto de vereadores, enquanto o prefeito Antônio Tomé estiver afastado por licença médica ou ausente sob pena de multa de R$ 5 mil em caso de descumprimento.

 


O presidente da Câmara foi notificado da decisão no domingo (09), às 18h15.

Infomações: GP1 Grande Portal de Notícias do Piauí.