Piauí
Transporte alternativo de Teresina entra em greve após bloqueio da bilhetagem eletrônica 21/10/2021

Os trabalhadores do sistema de transporte alternativo de Teresina iniciaram greve por tempo indeterminado nesta quinta-feira (21), depois que as máquinas de bilhetagem eletrônica, utilizadas pelos usuários para pagar pelas viagens, foram desativadas pela Superintendência de Transporte e Trânsito de Teresina (Strans).

 

Em contato com o g1, a Strans informou que o bloqueio foi determinado para que seja feita uma auditoria no sistema de bilhetagem eletrônica.

 

Transporte alternativo de Teresina entra em greve após bloqueio da bilhetagem eletrônica; Strans faz auditoria no sistema — Foto: Sintrapi

 

Segundo o presidente do Sindicato dos Proprietários Autônomos de Transportes Alternativos de Passageiros do Estado do Piauí (SINTRAPI), Trajano Paulo, a categoria foi pega de surpresa pela decisão, que aconteceu na noite de quarta-feira (20), e não poderia operar sem a bilhetagem eletrônica.

 

“Fica inviável operar desta forma. Hoje, dificilmente as pessoas andam com dinheiro, paga-se a viagem é com cartão e o que mais nos intriga é que foi uma decisão sem nenhum aviso, apenas mandaram bloquear e as vans não poderão usar mais”, disse Trajano Paulo, atual presidente do Sintrapi.

 

Transporte alternativo de Teresina entra em greve após bloqueio da bilhetagem eletrônica; Strans faz auditoria no sistema — Foto: Sintrapi

 

Atualmente, 40 vans fazem trajetos dos bairros a pontos específicos da capital, como shoppings e o Centro Administrativo. As linhas que passam pelos shoppings rodam das 5h às 23h enquanto as demais circulam das 5h às 19h.

 

 

 

Fonte: G1 Piauí